Empatia ou Simpatia

O vídeo no link abaixo é muito bonito. Ensina como a empatia é diferente e mais eficaz do que a simpatia, pois é uma conexão no nível emocional e não apenas mental.

E é mais difícil de fazer do que parece, pois empatia dói.

Muita gente que eu conheço diz que há pessoas que “lhe esvaziam a energia”. Mas o que entendo é que essas pessoas conseguem ser naturalmente empáticas mas não tem consciência e controle de como ligar, dosar ou desligar esta característica. E isso pode ser aprendido.

Não é uma questão de “energia espiritual” mas sim de fisiologia – nosso corpo se sente bem ou mal de acordo com as emoções que experienciamos, sejam vindas de nós ou observadas e “copiadas” dos outros.

São boas pessoas mas não estão conscientes de que “sofrer com o outro para ajudá-lo” – o segredo de uma boa conexão empática – deve ser dosado, para não lhe prejudicar.

Empatia deve ser um processo completo, não é só sentir-se mal junto do sofredor. Esta catarse – liberar emoções – dá um alívio momentâneo mas não muda a situação.

“Calibre, acompanhe e só depois conduza” – é uma das máximas da Neurolinguistica que significa observe bem, compreenda o eu do outro e suas motivações e entre nele, sinta e pense com ele, seja um com ele.

Mas conserve suficiente autonomia e esteja consciente de que o processo não para aqui. Só depois desta conexão conseguirá modificar o estado do outro para algo melhor, gradualmente. Isto é a base do “rapport”, a sintonia emocional.

Deixe um comentário

Arquivado em PNL

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s