PNL

Mensagens subliminares e desenvolver qualidades

Transcrevo abaixo uma troca de emails que pode ser interessante, como comentário sobre o desenvolvimento de habilidades e o uso de técnicas de mensagens subliminares. A mensagem foi enviada para mim dia 22 de Outubro e pedi autorização para transcrever em meu site:

Pergunta

Caro Antonio:

Leio as suas mensagens nos fóruns como golfinho, mapas mentais, etc.

Queria se possível que desse a sua opinião sobre a idéia que coloquei abaixo:

Seguinte, estou querendo utilizar mensagens subliminares para meu aperfeiçoamento pessoal, logo resolvi gravar no PC afirmações com temas sobre memória, exemplos: ‘Você tem uma memória superpoderosa’, ‘Você lembra de fatos e detalhes facilmente’; inteligência, disciplina, etc.

Depois gravar essas mensagens em CD e ouvir com o volume bem baixo para minha mente consciente não ouvir o que está sendo dito(ouvir que está sendo dito algo, mas não conseguir ouvir o que) Já fez algo do tipo? Pela sua experiência, pensa que pode funcionar?

Pois tenho o objetivo(longo prazo) de ser um excelente psicólogo e filósofo e sei que para isso vou ter que ler e estudar muito, analisando um pouco a vida dos grandes gênios da ciências e grandes filósofos percebi a linha comum que liga todos eles, a sua extrema força de vontade em buscar o que querem. Refletindo sobre isso cheguei a conclusão que não tenho tamanha ”vontade”(e não sou um gênio) assim, busco nas mensagens subliminares uma das soluções para esse meu problema.

Resposta

Salve!

Se você gosta tanto de mensagens subliminares, lembre-se que elas não precisam ser inaudíveis ao consciente para alcançarem o inconsciente. Ao contrário, porquê não permitir que o consciente também colabore para este processo? Porquê encarar o consciente como um inimigo do processo de mudança? Isto não faz sentido…

Desde o seu nascimento você foi sugestionado por muitas coisas que viu, leu ou ouviu, em filmes, livros e na vida real. Tudo passou pelo seu consciente e foi meditado. E depois foi para o seu inconsciente. O seu consciente foi uma “peneira crítica”, e esta é a função dele. Mas não significa que ele seja uma barreira, o que ele não é. Ele apenas ajuda no processo de avaliação e julgamento, antes que algo se torne um comportamento automático.

Os comandos subliminares foram pensados como forma de ultrapassar a barreira crítica, quando o consciente não concorda com o seu conteúdo. Isto é diferente de acreditar que os comandos subliminares sejam mais “rápidos” ou mais “efetivos”. Isto eles não são.

E isto nos faz retornar ao seu CD de “mensagens subliminares”. Você, conscientemente, escolheu tais mensagens. E deseja que façam efeito. Isto é, a sua parte consciente também quer este resultado, não é?

Pensar que, no momento de proceder a sugestão, o seu consciente pode atrapalhar o processo, é apenas uma visão “mágica” e, se me permite dizer, um pouco ingênua de como funciona o processo de auto-sugestão. Achamos que o “misterioso” e “desconhecido” funcionam melhor… Isto nos emociona, por algum tempo, e nos faz crer que estamos sendo “levados”, de maneira compulsória, em direção a um resultado.

Mas será que é este tipo de atitude que desejamos desenvolver em nós mesmos? Que podemos ser um joguete de forças sugestivas externas, sem análise consciente?

De início não acho obrigatóriamente necessário que tais mensagens sejam subliminares; a história já provou que muitos grandes homens (e grandes mulheres) utilizaram este tipo de lembrete de forma bastante consciente, e paulatinamente fizeram efeito.

A questão que quero ressaltar é que não é exatamente a força de vontade destas pessoas que as tornou grandes; foi o hábito. Isto é, bons hábitos de vida, tanto em cuidar do corpo, como rotinas úteis de organização do tempo, de aprendizado, de trabalhar em suas metas etc.

Se você observar qualquer grande realização, observará que ela foi composta de pequeniníssimos tijolinhos, curtos blocos de ação, fáceis de serem realizados.

O que diferencia uma pessoa comum de uma pessoa considerada “grande” é que os tijolinhos (do dia a dia) da pessoa ilustre foram mais direcionados para uma tarefa específica, com um objetivo digno e produtivo, ao invés de serem espalhados entre dezenas de atividades de curto prazo, muitas delas apenas uma forma de espairecer, de passar o tempo.

Ressalto: o que diferencia uma pessoa “grande” de outra que foi considerada, pelo seu histórico, como “comum”, não é uma enorme força de vontade, qualidades de inteligência, criatividade, intuição ou percepção incomuns; é, isto sim, uma visão, uma meta definida, um objetivo, cuidadosamente trabalhado, dia após dia, com paciência e confiança, sabendo dizer “não” vez por outra para outras coisas e afazeres, sofrendo algumas restrições de tempo e até algum cansaço extra, na busca de sua meta, mas nada assim tão diferente, tão heróico quanto possa parecer à distância…

Com o tempo, a dedicação a uma meta digna treina a pessoa, e esta se torna uma especialista no que acredita. O somatório deste conhecimento transparece em sua linguagem e em sua atitude, e os outros passam a reconhecê-la como uma pessoa “grande”. Mas isto não significa que ela tenha deixado de ser humana, e ainda é possível que erre muito. No entanto, este é o único caminho para o sucesso e a grandeza: o trabalho regular, organizado, em uma meta de sucesso objetiva.

Isto trará melhores resultados do que apenas o processo auto-hipnótico de se inculcar mensagens de melhores qualidades e características… Estas habilidades vêm naturalmente, quando se treina o uso delas para um objetivo específico e motivante. Não adianta muito estimular as habilidades de forma dissociada de um objetivo.

Por isto, digo: dedique agora um bom tempo para meditar sobre o seu futuro e seus projetos de vida. Eleja algo importante, digno e útil que pretenda realizar no futuro. E comece a realizar tal objetivo, de forma progressiva, metódica, e buscando desenvolver as habilidades necessárias que você considera úteis para este objetivo. Reconheça que os resultados serão lentos – é assim com todo mundo. Mas se você mantiver a visão em um objetivo digno, este lhe será motivador, e facilitará que desenvolva as qualidades que deseja.

Espero que você continue neste seu caminho de progresso. Acho ótimo que esteja pensando de maneira tão responsável em seu próprio auto-desenvolvimento. Isto é algo digno de nota e tenho certeza que lhe ajudará muito em seu futuro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s